Recuperação de Dados - Recuperar Ficheiros
Ondata International

Recuperação de dados de RAID

Somos especialistas na recuperação de dados de sistemas RAID, discos rígidos, telefones e pen drives entre outros suportes. Podemos recuperar dados de qualquer dispositivo de armazenamento digital que apresente falhas de lógica, mecânica, electrónica e/ou electromecânica.

Os sistemas RAID (array de discos rígidos que operam frente ao sistema operativo como uma só unidade) são por definição muito fiáveis. Em geral, fornecem não só grande capacidade de armazenamento mas também um sistema à prova de falhas. Se bem que esta afirmação é correcta, também é certo que há que estar alerta já que quando se produzem falhas acorrentadas ou falhas humanas se podem perder o acesso aos dados.

Realizamos recuperação de dados de todo o tipo de sistemas RAID, nível 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 10, 53 entre outros. Cada um apresenta evidentemente as suas particulariedades, mas em geral as causas mais comuns que provocam que o sistema não possa por si mesmo chegar a recompor os dados depois de se produzir uma falha são a perda das bandas de paridade, avarias físicas de discos rígidos acorrentados e falhas humanas. A recuperação de dados por uma empresa externa converte-se então num serviço imprescindível.

Falhas em sistemas RAID

As perdas das bandas de paridade sucedem em poucas ocasiões, mas é uma falha “lógica” do sistema, a qual o RAID não é capaz de solucionar por si mesmo e requer intervenção externa para localizá-las e reconstrui-las a fim de poder recuperar dados do sistema RAID e poder aceder novamente à informação.

As falhas físicas não são frequentes, não mais que em qualquer disco rígido independente. Pode-se estimar que possam falhar entre um 2 e um 3% dos discos rígidos instalados por ano. Mas isso se, o RAID está composto por discos rígidos que sofrem os mesmos problemas que qualquer outro disco rígido: ataques de virús, eliminação de dados, corrupção do sistema, drivers mal instalados, picos de tensão, temperaturas extremas, componentes defeituosos e falhas mecânicas. Este tipo de falhas pode transportar a necessidade de contratar um serviço de recuperação de dados.

Recuperação de dados de sistema RAID

Quando falha um disco, se temos por exemplo um RAID 5 o sistema pode-se recompor, simplesmente trocamos o disco rígido defeituoso por um novo e automáticamente o sistema reconstroi a informação não acessível. Os problemas aparecem quando se sucede uma segunda falha de outro disco rígido durante este processo. Quando se avariam mais do que a terceira parte dos discos rígidos o sistema não será capaz de recompor-se e precisará da intervenção de uma empresa especialista em recuperação de dados de sistemas RAID.

As falhas humanas são principalmente por não trocar a tempo uma unidade de disco rígido, pensar que falhou mas que não voltará a falhar. Devemos sempre trocar uma unidade mínimamente defeituosa, o risco de perder os dados é demasiado alto. Em outras ocasiões não se seguiu o processo adequado perante cortes repetitivos no fornecimento eléctrico, esgotaram-se as baterías do sistema de alimentação ininterrupta e os equipamentos desligaram-se incorrectamente.

Diagnóstico

Consulte-nos sobre o problema do seu RAID, iremos colocar toda a nossa experiência a seu serviço para recuperar os dados do seu RAID no menor tempo possível. No caso dos sistemas RAID o diagnóstico tem custo, devido a que neste processo se utilizam diferentes ferramentas e distintos métodos de recuperação que no caso de discos rígidos individuais. O preço de realização do diagnóstico variará dependendo do tipo de sistema e do número de discos do mesmo.

Tipos de RAID

Um sistema RAID suporta diferentes tipos de configurações, as mais típicas ou mais usadas são 0, 1, 4, 5 e linear. As características destes RAID são as seguintes:

  • Nível RAID 0

    Que dá pelo nome também de striping. Significa que os dados que se escrevem na unidade de disco se dividem em grupos e os dados escrevem-se nos discos que formam todo o conjunto, o que permite um alto rendimento de Entrada/saída. A capacidade de armazenamento é a mesma que ocupa a totalidade de um disco rígido pelo que não existe redundância neste nível e a falha de qualquer dos discos ocasionaria não poder aceder aos dados desse suporte e precisar da recuperação de dados do RAID.

  • Nível RAID 1

    O RAID 1, ou "réplicas", tem sido a técnica mais usada de RAID. O nível 1 se tem redundância é possível recuperar os dados ao falhar algum dos discos do sistema RAID. Escreve dados idênticos em cada um dos discos que pertencem ao conjunto conservando uma cópia em cada disco. Esta técnica utiliza-se muito devido à sua simplicidade e ao alto nível de transferência de dados quando se lêem mas normalmente actuam independentemente e dão altos níveis de transferência de dados de entrada/saída. O nível 1 oferece uma grande fiabilidade dos dados e melhora o rendimento das aplicações de leitura. A capacidade de armazenamento do RAID 1 é igual à capacidade das réplicas dos discos rígidos no hardware RAID.

  • Nível RAID 4

    Usa o que se denomina paridade em um disco rígido para proteger os dados. A capacidade de armazenamento de nível 4 do hardware RAID é igual à capacidade dos discos do conjunto menos a capacidade de cada disco.

  • Nível RAID 5

    É o tipo de RAID mais típico e o mais usado. Distribui as bandas de paridade entre os discos do conjunto, o nível 5 elimina o estrangulamento que se genera nos níveis de RAID 4. O único estrangulamento seria o processo para calcular as bandas de paridade. O RAID de nível 5 normalmente usa-se para o caché da escrita e com isso reduzimos os acessos contínuos aos suportes do conjunto. A capacidade de armazenamento do RAID de nível 5 é igual à capacidade dos discos do conjunto menos a capacidade de cada disco do conjunto. A necessidade de recuperação de dados de um sistema RAID 5 é a mais frequente.

  • RAID Linear

    O nível linear de RAID consiste num simples grupo de disco rígidos de igual ou diferentes capacidades para criar uma unidade de disco virtual maior. Os grupos de dados estão situados nos discos do conjunto seguindo uma sequência de maneira que passam ao seguinte quando o anterior foi preenchido. Isto não dá nenhum rendimento já que as operações de Entrada/Saída não se rompem entre cada um dos discos do conjunto. O nível linear de RAID não dá redundância pelo que a sua fiabilidade é muito baixa; se um dos discos falha, não se pode usar o conjunto de discos. A capacidade é a capacidade total de todos os discos do conjunto. Quando existe falha há que realizar uma intervenção para recuperar dados do sistema RAID.

Para conhecer mais detalhes acerca dos sistemas RAID consulte a nossa página: www.onraidservices.com

Conselhos

As novas tecnologías implementadas nos dispositivos de armazenamento aumentam dia a dia não só a sua capacidade de armazenamento mas também a sua segurança de funcionamento. Recomendamos não obstante, que sistematicamente se realizem cópias de segurança dos telefones móveis e smartphones, assim como dos discos rígidos, sistema RAID ou qualquer outro meio de armazenamento em serviço. Perante uma falha ou uma avaria imprevista poderemos assim recuperar os dados ao aceder ao sistema de backup.

Se mesmo assim não consegue aceder aos seus dados, contacte com a Ondata International antes de iniciar algum processo de recuperação de dados. Quando os dados são muito valiosos e imprescindíveis somente uma empresa especializada em recuperar dados de smartphones, tablets, discos rígidos e sistemas RAID poderá dar-lhe uma solução com garantias.

Avenida 5 de Outubro, 10-5º piso
1050-056, Lisboa, Portugal
Orçamento
gratuito
*Campos obrigatórios
Confirme que não é um robot:
+ =
Contacto
213 580 112
Solicite
um telefonema
Confirme que não é um robot:
+ =
Serviço expresso
Recuperamos os dados
em tempo recorde